Arquivo da tag: aprendizado de linguagem

Kaputt geworden

Luiza, quase 32 meses, com o bilinguismo batendo forte.

Sobe no sofá e diz “Ich versuche nochmal” (eu tento de novo)
depois de dez tentativas ela quase toma um tombo e fala repetidamente “ich xxxxxx kaputt, ich xxxxxx kaputt, ich xxxxxx kaputt!”
Sem entender eu falo:
– Filha, fala em Alemanha – pois ela chama alemão de Deutsch e Português de Alemanha.
– Eu CAPUTEI! (eu capotei)

E mais associações maravilhosas estão por vir… haha

28 meses

A fase do porque chegou aqui. Não a famosa fase de perguntar o porquê das coisas. Luiza agora fala “eu vou pra casa porque eu não vou pra piscina”. “eu quero descer porque eu não quero mais comer”. “ficou escuro porque a piscina tá azul” – a última frase é sobre o letreiro da piscina que fica azul a noite e branco de dia. Aqui do meu lado ela acabou de dizer “O papai vai me levar no Legoland porque eu quero ir no Legoland”. O “porque” não é necessariamente um “porque”.

Ela tem uma memória fotográfica impressionante: reconhece logomarcas de todas as lojas e mercados que frequentamos a partir do primeiro contato, identifica as diferentes linhas do metrô pela cor e o número e conhece quase todas as letras e números. Ela se lembra e menciona detalhes e símbolos de forma que as vezes levamos semanas pra associar.

Há uns 3 dias ela estava brincando com um brinquedo de madeira quando pegou dois triângulos verdes e colocou base com base falando “olha, igual do Brandemburgo!”. Eu fiquei tentando entender. Ontem andando de metrô eu percebi que ela estava falando do botão de abrir a porta do metrô, que tem esse símbolo de duas setas em direções contrárias.

estampa nas janelas do metrô de Berlin
Eu sempre pergunto o que tá desenhado na janela e ela responde “É Bandebugo”

Ela passa pelo U Bahn e fala “O Berlin azul/laranja/amarelo/seja qual for a cor da linha”. Mas se ela passa pelo S Bahn, ela diz “Esse é o trem”.

Nos últimos dias a gente tem percebido que ela está se sentindo piadista. Sempre diz algo e forja uma risadinha com a mãozinha na boca. Uma das piadas foi chegar com as mãos pra trás perguntando “onde tá minha mão?”, e depois mostrar “tá aqui! hihihihihi” <3 E o pique-esconde? "Eu tô escondida!!", e eu respondo algo como será que a Luiza tá na cozinha? e ela grita “Naaaaaao, eu tô na cortina!!”.

E ela se envolve nos assuntos alheios: estávamos falando sobre um currículo que Fabricio precisava imprimir e ela veio imediatamente dizendo “mamãe, eu quero um currico!”

Sao milhares de palavras por minuto, muitas risadas todos os dias e muito cuidado com o que mais essa criaturinha vai absorver sem a nossa supervisão, rs.

louça, roupa, whatever

Luiza ouve o barulho da máquina de lavar:
– tá lavando louça mamãe?
– não filha, tô lavando roupa!
– lavando a louça da roupa!

pra quem ainda não tinha entendido a “adolescência” dos bebês.